Marabília

by SOX

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
05:30
2.
03:56
3.
06:10
4.
04:40
5.

credits

released April 7, 2017

tags

license

all rights reserved

about

SOX São José Dos Campos, Brazil

contact / help

Contact SOX

Streaming and
Download help

Track Name: Marabília
Em nossa cidade
não entra o gosto amargo do desprazer
A minha saudade é fartamas cessa no ritmo da Mpb

Em nossas esquinas
sorrissos são o que uns aos outros têm a oferecer
Sem essa de último suspiro
A nossa cidade abriga só quem quer viver

Quem nunca quis fazer do mundo o seu quintal?
Quem lhe diz que o que você conseguiu é o bastante?
Já não somos mais como antes
Já não somos mais como antes

Daquela janela avista-se um parque alegre
Convite a descer
Seguindo o embalo dessa tarde, em nossa cidade
o que é bom vai acontecer
Quem nunca quis fazer do mundo o seu quintal?
Quem lhe diz que o que você conseguiu é o bastante?
Já não somos mais como antes
Já não somos mais como antes
E isso é tão normal
Em nossa cidade
Track Name: O rei de mim
Cheguei com a certeza de que iria mudar.
Voltar o tempo não há como tentar.
Só com os meus objetivos me importei.

É o fim. Há tanta clareza em meu olhar.
É tão sereno e não há como salvar.
Quando acordo não sou mais o rei de mim.

Dance e cante Não só por você.

Insisti. Um recomeço pra se assustar.
E as consequências tive que carregar.
Ser o melhor que eu pudesse – pensei assim.
Aqui eu apareço pra anunciar:
O Sol vem vindo, temo me despertar.
Quando acordo não sou mais o rei de mim.
Track Name: Sobre coisas
Serpentes voam sobre a terra.
Aqui, algo cheira mal.
O costume de observá-las
só vem com o que não é legal.

O braço, os dedos,cabeça e pernas
paralisam por um instante.
A luz que te arde nos olhos
nos torna um ser dançante (delirante).

E lá de longe vem a neblina
- por maldade vai nos esconder.
Desencontre-se das meninas
e fique a mercê.

Se em seu peito algo explodir,
sei muito bem o que fazer.
Uma costura. Linhas e pontos
- não há buracos que eles não possam resolver.

Corpo... Mente...Tente...
Mas seu corpo não mente.
Fato. Só o ato.
A prisão não é tão libertadora assim.
Track Name: Pai?
Sabe-se lá o que se passa na cabeça de alguém
Que se esquece do seu sangue e acha isso normal.
Sabe-se lá o quão a vida já foi humilhante
E pra você isso parece ser tão natural.

Te brindei com essa canção só pra lhe dizer
Que se eu pudesse não dependeria mais de você.

Sabe-se lá a força que um sorriso é capaz de trazer.
Nas vitórias, derrotas olhei e não vi você.
Sem mais. Nunca entendi o poder que tem a palavra adeus.
Cê se virou e atravessou a porta.Não me tenha mais como um dos filhos teus.

Se hoje canto isso é por que estou melhor.
O homem que vos fala é feito de lágrima, amor e suor.

O fruto que você deixou pra apodrecer no pé.
Amadureceu e se confortou na raiz da árvore.
Se quiser me dizer algo, aproveite este momento.
Aproveite este momento.

Se hoje canto isso é por que estou melhor.
O homem que vos fala é feito de lágrima, amor e suor.

O fruto que você deixou pra apodrecer no pé.
Amadureceu e se confortou na raiz da árvore.
Se quiser me dizer algo aproveite este momento.
Aproveite este momento.
Se quiser me dizer algo aproveite este momento
E fale.
Track Name: Fomos simétricos
Por todas as vezes que o Sol sumiu
E eu me coloquei à margem.
Pela gargalhada, pelas pegadas, pelos fios
Você me viu de passagem.

Fomos simétricos.
Beleza sem fim.
Um buquê de Dálias
Colhidos em nosso jardim.

Estas linhas, eu que desenhei.
Algumas grosseiras, outras, afinei.
Pra enxergar por trás das lentes.
O objetivo, o subjetivo e o transcendente.